Como a Jornada Mundial da Juventude pode impactar o mercado imobiliário?

A Jornada Mundial da Juventude será um acontecimento sem precedentes com um impacto significativo no mercado imobiliário e no valor das rendas.

 

A Jornada Mundial da Juventude 2023, que ocorre em Lisboa de 1 a 6 de agosto, é um evento de grande magnitude que promete atrair mais de 1,5 milhões de pessoas, incluindo jovens de diversas partes do mundo.

Uma das principais áreas afetadas será a mobilidade na cidade de Lisboa. Durante a Jornada Mundial da Juventude, serão implementadas várias alterações para acomodar o grande fluxo de pessoas. O transporte público será reforçado, com mais 354 mil lugares em cada dia útil e mais 780 mil lugares nos fins de semana nas principais operadoras, como CP, Carris, Metropolitana, Fertagus, Transtejo/Soflusa e Metro Transportes do Sul. No entanto, algumas estações de metro e comboios serão encerradas temporariamente, como Avenida, Marquês, Parque, Restauradores, Moscavide, Sacavém, Bobadela e Santa Iria, afetando a mobilidade dos habitantes.

Além disso, algumas linhas da Carris serão suprimidas ou terão alteração de percurso para garantir a segurança das áreas com grande afluência de participantes. Os elevadores da Bica, Glória e Lavra também estarão encerrados em determinados dias, enquanto o elevador de Santa Justa continuará em funcionamento.

A escassez de alojamento é outro fator que afetará a cidade durante o evento. A pesquisa em várias plataformas de reserva de alojamento revela que muitos apartamentos, casas e hotéis já estão reservados na semana da Jornada Mundial da Juventude. Os preços para arrendar casas ou apartamentos em Lisboa e nos arredores dispararam, chegando a custar mais de 3.000 euros por semana na região da Grande Lisboa e até 8.000 euros em Fátima, onde também são esperados visitantes devido à visita do Papa Francisco.

Essa situação demonstra que a demanda por acomodações temporárias está muito alta durante esse período, levando a um aumento considerável nos preços dos alugueres. As reservas antecipadas e a procura por alternativas de alojamento em áreas mais afastadas da cidade também contribuem para essa escassez e valorização das rendas.

Em resposta ao aumento da procura por alojamento, os hoteleiros da Área Metropolitana de Lisboa estimam que a taxa de ocupação possa chegar a 89% durante a Jornada Mundial da Juventude 2023, um número significativamente maior do que a taxa atual, que é de 56%. Espera-se que, durante a semana do evento, a taxa de ocupação na cidade de Lisboa alcance 91%, evidenciando o impacto positivo para a indústria hoteleira.

Essas alterações na mobilidade e os preços elevados de alojamento podem ter consequências permanentes no mercado imobiliário de Lisboa. O evento pode chamar ainda mais a atenção para a cidade como destino turístico e incentivar mais investimentos em infraestruturas turísticas e imobiliárias, o que poderia afetar o valor das rendas a longo prazo.

Em suma, a Jornada Mundial da Juventude 2023 terá um impacto significativo na cidade de Lisboa, afetando a mobilidade, gerando escassez de alojamento e provocando uma valorização temporária das rendas. A atenção global que o evento traz para Lisboa pode, potencialmente, ter efeitos permanentes no mercado imobiliário da cidade.

Share